Thirteen

BUDAPESTE, HUNGRIA | Széchenyi Lánchíd

Desenhada pelo inglês William Tierney Clark e construída pelo escocês Adam Clark, a Ponte das Correntes foi a primeira ponte permanente a atravessar o Danúbio. Muita gente não sabe desta curiosidade, mas esta ponte húngara é, na verdade, uma versão maior de uma ponte inglesa (The Marlow Bridge). 

O seu nome original é Széchenyi Lánchíd e vai buscar o apelido de István Széchenyi, um dos maiores defensores da sua construção. No entanto, em Budapeste é apelidada apenas de "The Chain Bridge" e é esse nome que encontramos nas placas de trânsito. Começou a ser construída em 1840, foi inaugurada em 1849 e passou a ligar Buda e Peste - representa, assim, uma mudança histórica para o país.

A Ponte das Correntes representa a economia, a cultura e o avanço tecnológico da Hungria e, quando foi inaugurada, era a maior da Europa (com 202 metros de comprimento). Está decorada com diferentes estátuas de leões (os guardiões da Ponte) e, mais do que uma ponte, é um símbolo de união. Se puderem, atravessem-na ao final da tarde, enquanto o sol se põe - é aqui que vão ter a melhor vista sobre a cidade.



Mais sobre Budapeste: 6 Dicas e Curiosidades

Sem comentários:

Enviar um comentário