Thirteen

MÚSICA | Ed Sheeran no Estádio da Luz

Têm sido meses críticos e a vontade de ir a um concerto em Lisboa era praticamente nula, mas o facto de ter comprado o bilhete ainda em 2018 impediu-me de dizer que não à oportunidade de assistir ao concerto de Ed Sheehan no Estádio da Luz. Foi no dia 2 de Junho... e foi incrível.

Decidimos, de início, que não iríamos com muita antecedência para o recinto - dispensámos dois dos concertos de abertura (Ben Kweller e Zara Larsson) mas fizemos questão de chegar por volta das 18h45 para assistir ao momento de James Bay, antes do concerto de Ed Sheeran (o mais esperado da noite, logicamente). Receávamos as filas, claro, mas a organização controlou isso sem grandes problemas - demorámos menos de 10 minutos a entrar no Estádio, a passar a segurança e a encontrar os nossos lugares na bancada. Assim que nos sentámos, às 18h45, James Bay entrou em palco. Às 21h00, Ed Sheeran fez soar as primeiras notas - pontualidade britânica, pois claro!

As expectativas relativamente ao concerto principal estavam altíssimas (sobretudo depois de ter lido maravilhosas críticas relativamente ao concerto do dia anterior), mas Ed Sheeran conseguiu superá-las. Já não me lembrava de me sentir em paz num local com muita gente à minha volta, mas houve ali um momento em que consegui mesmo sentir uma harmonia incrível na minha vida - precisava disso e (ainda que no final do concerto o turbilhão de emoções tenha regressado) estou grata por me ter deixado levar pelas canções e pela energia que se sentia em Lisboa naquela noite.

Ed Sheeran utilizou apenas a sua voz, as suas guitarras e um sintetizador para criar um espetáculo absolutamente extraordinário - foi um concerto como nunca tinha visto. É incrível como uma só pessoa consegue dar um concerto assim. A sua sensibilidade e capacidade musical superou todas as expectativas, e isso não se finge quando se atua para 60 mil pessoas.

2 comentários:

  1. Fui no dia anterior, gostei muito. Fui mais cedo e Zara Larsson surpreendeu-me muito, assim como James Bay.

    ResponderEliminar
  2. Eu fui ao concerto do dia 1 e superou em grande escala as expectativas, já altíssimas que tinha. O Ed Sheeran é, para mim, um dos artistas mais completos que conheço e que, felizmente, tive oportunidade de assistir. Já era fã, mas saí do concerto ainda mais!

    E durante o concerto, parei algumas vezes para pensar e olhar à minha volta e, realmente, aquilo que senti foi paz. E eu adorava que o mundo inteiro pudesse ter assistido a este concerto comigo.

    Um beijinho!

    ResponderEliminar