Thirteen

AMOR | Como se cura um coração partido?

Não sei como se cura um coração partido. O que sei é que o mundo não pára para que o descubra e que foram precisos vinte e cinco dias para conseguir adormecer uma única noite sem lágrimas, ainda que vencida pelo cansaço dos pensamentos e ainda que não possa garantir que não vai acontecer de novo. Não sei como se cura um coração partido.

Reconheço que o mundo tem questões mais importantes para resolver e que seria uma parvoíce ele parar para que uma miúda encontrasse a cura para o seu coração partido. Sou uma privilegiada. O  meu drama não está relacionado com uma guerra civil, uma doença contagiosa, uma família disfuncional ou uma qualquer proibição machista. Ainda assim, procuro incessantemente a cura para um coração partido, a receita para o preenchimento do vazio, as respostas para os "porquês" e para os "e se". Afinal, como se cura um coração partido enquanto se tenta curar uma depressão? 

Não sei como se cura um coração partido. Não sei como se cura um coração partido que não é mais do que uma consequência de uma doença mental que detesto admitir. Não sei como se cura um coração partido. No entanto, já percebi que a sopa da mãe ajuda um bocadinho e que pequenas vitórias se apresentam como grandes conquistas, como conduzir até ao trabalho ou acordar cedo.

Quando as rotinas mudam e se perde não só uma pessoa-casa mas também uma família inteira (porque a realidade é essa), poucos são os elementos que nos fazem sorrir genuinamente. É por isso que, de coração partido, comemos gelado, decidimos fazer uma viagem, cortamos o cabelo, trabalhamos com mais afinco, mudamos a disposição dos móveis lá de casa, compramos uma mota ou adotamos um gato.

Na verdade, ninguém sabe como se cura um coração partido - e fingimos que está tudo bem. Eventualmente, de uma forma ou de outra, será verdade.

3 comentários:

  1. Qualquer pessoa que já teve o seu coração partido se pode rever nas tuas palavras. Não estás sozinha, de todo! É mais um dissabor que a vida te atira mas é mais um ao qual vais sobreviver. Um grande beijinho e muita força!

    ResponderEliminar
  2. Um abraço apertado para ti, amiga (e um kit de primeiros socorros a caminho!) <3

    ResponderEliminar
  3. Um grande abraço, Carolina! Coragem <3

    ResponderEliminar