Thirteen

LIVRO | Eleanor&Park

"Eleanor&Park" estava em promoção e imediatamente o adicionei ao carrinho, juntamente com dois outros livros que irei partilhar mais para a frente. Cativou-me pela capa, mas já tinha lido opiniões muito positivas sobre esta história juvenil e o preço apelativo foi o empurrão final. Chegou numa boa altura - quando a vida corre mal, gosto de me debruçar em leituras mais leves. 

Este livro retrata uma história de amor entre adolescentes, diferentes de tudo o que é popular, que se unem pela música e pela banda desenhada. E antes que torçam o nariz, deixem que vos diga que apesar de leve, "Eleanor&Park" borda temas muito sérios, mais fortes do que um amor entre alunos do Ensino Secundário. Famílias problemáticas, emigração, alcoolismo, droga, preconceito, bullying e violência doméstica são temas referidos no livro. Não é um romance cor-de-rosa. Não choca o leitor (relembro que é uma leitura para jovens), porém é suficientemente explícito para funcionar como uma chamada de atenção.

Felizmente, este é um livro muito leve. No meio de todos os conflitos, problemas e sustos, há um amor puro e inocente, entre uma rapariga que veste roupas esquisitas e um rapaz coreano que adora banda desenhada. Tudo começou no autocarro da escola, onde a popularidade se vê a quilómetros de distância, e a forma como "Eleanor&Park" aborda este amor jovem lembra-nos que os sentimentos são simples, ainda que a vida, no geral, seja complicada.

Uma das coisas mais incríveis de "Eleanor&Park" é que os capítulos, muito curtos e de linguagem casual, não têm números. O título do capítulo é sempre "Eleanor" ou "Park", o que nos leva a descobrir o que se passa no pensamento (e na vida) de cada um deles através destas duas perspetivas, exploradas de uma forma muito interessante. A autora, Rainbow Rowell, esmiuça de forma brilhante os pensamentos de ambos, as inseguranças típicas de dois jovens apaixonados, a certeza de que nunca saberão exatamente o que o outro pensa de si e das situações comprometedoras que surgem. A vontade de conversar, de ouvir a voz do outro, a saudade que surge logo no primeiro minuto depois de um dia inteiro lado a lado. O amor é mesmo assim, mesmo quando sabemos que um dia será diferente.

"Eleanor&Park" não nos deixa indiferentes. Nem em relação à história, nem no que diz respeito às personagens. É um livro que nos faz rir, que nos revolta, que nos permite refletir sobre a sociedade, a família, o amor, a coragem, a esperança, a necessidade (ou não) de acreditar que aquele amor será para sempre. Mesmo que os "para sempre" não existam - ou que "para sempre" possa ser já amanhã - "Eleanor&Park" mostra-nos que não há mal nenhum em aproveitar todos os segundos com as pessoas que nos fazem bem. Porque, no final das contas, a vida é mesmo assim.

5 comentários:

  1. Estou praticamente a chegar a meio do livro e estou a gostar bastante. Tal como disseste, apesar de ser um livro bastante leve, aborda temas muito interessantes, actuais e quanto aos quais devemos reflectir.

    É também o primeiro livro que leio da Rainbow Rowell e não sabia bem o que esperar, apesar de ler/ouvir muitas críticas positivas sobre a autora :)

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia o livro, mas depois desta review fiquei com imensa vontade de o ler, motivo pelo qual já o adicionei à minha wishlist do Wook! A história parece-me ser muito simples e bonita e a forma como nos "contaste" um bocadinho sobre ela sem na verdade desvendar muito dá-nos vontade de ir descobrir, por nós, esta história de amor.

    Beijinhos,
    https://dreamcatcherblog2.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Já o li há uns anos e gostei tanto! :)

    ResponderEliminar
  4. Li há uns anos e é dos meus prediletos, tenho mesmo que reler! Lembro-me que li devagar porque não queria acabar, que saudades!

    ResponderEliminar