Thirteen

LIVRO | When Breath Becomes Air

O cancro é uma doença que me aterroriza e que, infelizmente, tem estado muito presente na minha vida nos últimos anos. Perdi vários familiares para a doença e desde o final de 2018 que alguém que me é muito importante luta contra este monstro. Por essa razão, tenho lido muito material científico sobre a doença, os tratamentos e as possibilidades de cura, assim como casos de sucesso. No entanto, afastei-me das histórias inspiradoras e dos relatos na primeira pessoa… até ver o artigo da Inês sobre este livro, que já me tinha despertado curiosidade e que ainda não tinha tido coragem de ler.

"When Breath Becomes Air" retrata a história de Paul Kalanithi, um neurocirurgião quase no topo da carreira que vê a sua vida revirada quando é diagnosticado com um cancro nos pulmões já metastizado. E o livro é interessante por causa disso mesmo - o médico passa a ter o papel de paciente, o hospital já não é apenas o seu local de trabalho, mas sim um espaço onde está presente enquanto utente e as palavras que lhe são ditas são as mesmas que, anteriormente, ele próprio proferiu. "When Breath Becomes Air" explora, assim, dois grandes momentos da vida de Paul: a primeira parte do livro explora o seu percurso profissional antes do diagnóstico, enquanto que, na segunda parte, surgem as decisões e as vontades de um doente terminal.

Ainda que tenha uma linguagem muito fluída e próxima do leitor, este é um livro muito cru e realista, com descrições técnicas relativamente aos procedimentos médicos do neurocirurgião. E, claro, não podemos esquecer que ""When Breath Becomes Air" aborda uma doença terrível e todo o sofrimento que lhe está associado.

"When Breath Becomes Air" foi, para mim, um livro difícil de ler e por isso preferi ler apenas algumas páginas de cada vez e nunca nos dias em que estive mais ansiosa. Ainda que a abordagem seja envolvente e inspiradora, obriguei-me a interromper a leitura sempre que me sentia incomodada pelo relato do paciente. Se estão numa fase menos boa, não aconselho a que se debrucem sobre ele agora.

Com um fim que demonstra inteligência e coragem, "When Breath Becomes Air" apresenta-nos alguém que foi capaz de colocar em prática aquilo que tantas vezes aconselhou aos seus utentes: aceitar a doença e não deixar que ela controlasse a sua própria vida, ainda que lhe impusesse algumas limitações. Uma visão realista e curiosa, que recomendo muito que leiam.


Esta publicação contém links de afiliado.

1 comentário: