Thirteen

TECH | MiBand 3

No Natal de 2018, o meu pai ofereceu-me um presente que pretendia colmatar uma falha nítida do meu quotidiano: raramente atendo o telefone à primeira e, por vezes, esqueço-me de devolver quando o momento é mais oportuno. A MiBand 3 chegou para me dar uma ajuda nesse sentido.

Esta é uma pulseira/relógio que, para além de mostrar as horas, mede o ritmo cardíaco, conta as calorias gastas e o número de passos diários, regista as horas de sono e, claro, sincroniza com o telemóvel, permitindo ler mensagens, encontrar o telemóvel (mesmo quando está em silêncio e sem vibração) e receber notificações de chamadas. A MiBand 3 acaba por ser uma excelente opção para quem não pretende usar o relógio para interagir com as aplicações, mas sente a necessidade de receber alertas e notificações, com o bónus de poder ter informações concretas relativamente a alguns aspetos do dia-a-dia - basta ter em consideração que existe sempre uma margem de erro.

Com um design simples e um preço bastante acessível, o dispositivo separa-se da bracelete (permitindo alguma personalização) e é bastante discreto, sendo também intuitivo e resistente às rotinas do quotidiano (até agora, nada de avarias ou arranhões). A única desvantagem é a falta de visibilidade em algumas situações - quando a luz solar é muito forte, por exemplo - mas nada que não aconteça também com o telemóvel (e que não se resolva com uma espreitadela entre mãos).

Entretanto foram lançadas novas versões, inclusive uma MiBand que apresenta ícones coloridos no ecrã, mas não me parece suficientemente relevante para fazer a troca. Aliás, eu gosto tanto de acessórios tradicionais que a ideia de usar um smartwatch nunca me agradou, mas esta MiBand convenceu-me pelo facto de ser tão prática e leve. A bateria dura, aproximadamente, duas semanas e os gráficos apresentados na aplicação - MiFit - são fáceis de interpretar, sendo ainda possível registar notas para mais tarde compreender algumas alterações nos dados. Em suma, posso dizer que estou muito satisfeita e que tem cumprido o seu propósito (pelo menos quando não me esqueço de a carregar!).


Instagram: @carolinanelas

3 comentários:

  1. Ofereci a miband 3 ao meu namorado no ano passado e ele adora-a, mesmo! Cá por casa tanto o meu irmão como a minha mãe têm a 4 e já não se vêem sem ela por ser tão prática e intuitiva, é uma grande ajuda especialmente para a minha mãe que quando lhe ligamos nunca tem o telemóvel por perto.. veio-nos ajudar muito nesse sentido!

    ResponderEliminar
  2. Tive uma coisa parecida mas os dados não eram nada precisos. Nem 50% sequer. :s Acabei agora por comprar um smartwatch pelo aliexpress. Até agora, estou satisfeita, veremos daqui a um tempo. :P

    ResponderEliminar
  3. Eventualmente, sou capaz de vir a investir num gadget do género mas preferia que não fosse a Xiaomi a ter os meus dados :b Quando a altura chegar, investigo melhor :)

    ResponderEliminar