Thirteen

CINEMA | Joker [2019]

Este foi um dos filmes que me marcou em 2019 (talvez por isso tenha demorado tanto tempo a escrever sobre ele). Não o vi de imediato - estava familiarizada com a história do personagem principal e duvidava se o filme iria trazer algo de novo -, mas rapidamente deitei por terra essas suposições e abracei a ideia de regressar ao cinema para assistir, no grande ecrã, ao filme do momento.

Na verdade, "Joker" é mais do que um filme badalado. É mais do que um filme sobre super-heróis, vilões, fantasias ou superpoderes. "Joker" é um filme único e muito especial - não é por acaso que Joaquin Phoenix arrecadou o Oscar de Melhor Ator há uns dias. 

Num mundo onde ainda há tanto preconceito, é importante que grandes nomes do cinema abordem esta temática e que mostrem como a falta de apoios sociais (sobretudo para quem não tem família ou amigos) podem agravar uma doença. E se, por um lado, muitas das críticas recaem sobre o facto de, em "Joker", se dar a entender que alguém com uma doença mental pode facilmente transformar-se num criminoso, por outro vemos uma abordagem muito crua e realista (que nos ajuda a compreender que há doenças e doenças) e um passo firme em direção ao fim do preconceito.

Apesar de me ter deixado bastante angustiada enquanto o via, este é um filme que recomendo mil e uma vezes. Disseram-me que, quando o visse, ia conseguir sentir exatamente o que "Joker" estava a sentir em cada momento e acho - mesmo! - que é essa a melhor forma de descrever o que experienciei durante aquelas duas horas. 

"Joker" é muito melancólico e provoca-nos sensações difíceis de explicar, pelo que não recomendo se estiverem numa fase mais delicada da vossa vida (para quem sofre de uma doença mental, seja ela mais ou menos grave, o filme pode ser um gatilho para um pico - alerto-vos para isso, pois senti a minha ansiedade a disparar e o meu coração a acelerar na sala de cinema). Ainda assim, é um filme que recomendo que vejam com atenção, pois a banda sonora e a fotografia estão em sintonia com a prestação do ator principal. "Joker" é um filme marcante e muito, muito bom.

2 comentários: