Thirteen

FAMÍLIA | Querida Margarida...

...ainda não te conheço, mas já sou a tia mais orgulhosa do mundo. Na verdade, e apesar de 2020 ter iniciado de uma forma muito simpática, só quero que os meses passem rápido o suficiente para te poder ver e segurar. Ainda não te conheço, mas já me ensinaste um novo tipo de amor e isso só pode ser um bom sinal.

Não sei se serei capaz de te tranquilizar ou se, por outro lado, vais resmungar sempre que estiveres no meu colo. Não sei se vais ser sorridente, gordinha ou careca. Não sei se vais gostar de mim. Para já, sei muito pouco sobre ti. Ainda assim, sei o mais importante: que és saudável, que te vou acompanhar desde o primeiro dia e que, independentemente das voltas que a vida der, cá estarei para (tentar) contribuir para que sejas uma menina feliz e segura. Não quero que apresses os seis meses de quentinho que ainda tens pela frente, mas podes estar confiante de que já és a miúda mais amada do mundo e que nunca te faltará aquilo que mais importa. Deste lado, estamos todos prontos para te conhecer.

Tu ainda não sabes, mas já fazes parte da minha vida de uma forma única e especial. Compreendo agora o que significa ter sempre espaço para mais amor (mesmo que seja um amor do tamanho do planeta). Este é, realmente, um novo tipo de amor - é diferente de todos os que já vivi e estou a gostar tanto de o descobrir…! Não podia estar mais grata por te ter na minha vida e sei que, de hoje em diante, isto só pode melhorar. Cá te espero, Margarida!

4 comentários:

  1. É um novo tipo de amor que ainda tive oportunidade de sentir, mas tenho a certeza que deve ser maravilhoso!
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Tia babada :P Parabéns, tudo a correr bem. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Se tudo correr bem (parece paradoxal o que estou prestes a dizer), nunca vou ter esse tipo de relação. Tanto eu como o Diogo somos filhos únicos, portanto, nunca seremos tios. Mas li cada uma das tuas palavras e senti que têm uma intensidade muito próxima ao que sinto pelo João. Tinha exatamente os mesmos desejos e dúvidas que tu (embora mais novinha). É um amor muito especial :)

    ResponderEliminar
  4. Que amor tão tão bonito, Carol! Desfruta de cada momento da pequenina!

    ResponderEliminar