Thirteen

LIVRO | Dear Ijeawele

"Dear Ijeawele" é um livro de bolso que surge no seguimento de uma questão feita por uma amiga de Chimamanda Adichie, a autora. Essa amiga estava grávida, ia ser mãe de uma menina e queria educar uma criança feminista, mas não sabia ao certo como poderia fazê-lo. Chimamanda, também responsável por ESTE manifesto, escreveu-lhe uma carta com quinze sugestões. Posteriormente, adaptou esses conselhos e publicou-os de forma a poderem ser lidos em todo o mundo. 

Em "Dear Ijeawele", com base em vivências pessoais, Adichie questiona a linguagem, a biologia, os papéis de género, a importância da educação e as atitudes que se escolhem perante o facto de se tratar de um homem ou de uma mulher. Numa leitura de apenas uma hora, Chimamanda confronta-nos com situações reais, problemáticas do dia-a-dia, aspetos culturais e socioeconómicos e a certeza de que ainda temos muito caminho para percorrer até podermos dizer que fazemos parte de uma sociedade justa e igualitária.

Este é um livro para ler, reler, partilhar e guardar. Um livro que nos relembra que as crianças são o futuro e que pequenas atitudes estão, muitas vezes, na base da perpetuação das injustiças (mas que podem ser, também, o gatilho para a mudança). Para todas as idades, "Dear Ijeawele" é mais uma prova de que ser Feminista não é sinónimo de odiar os homens ou a sociedade. "Dear Ijeawele" é , de uma forma muito natural e simples, uma homenagem à educação e aos valores que o feminismo defende.

Sem comentários:

Enviar um comentário