Thirteen

LIVRO | O Ódio que Semeias

Quando comecei a ler este livro, senti que a história me era familiar. E é. "O Ódio Que Semeias" pode ser um livro de ficção, mas retrata uma temática muito atual e uma situação que, infelizmente, está na ordem do dia: o racismo e a brutalidade policial.

A premissa é suficientemente injusta para nos cativar: Starr Carter, uma adolescente negra de 16 anos, assiste à morte de um dos seus melhores amigos por um polícia branco, sendo ela a única testemunha do acontecimento. Num ano em que milhares de pessoas se manifestam contra o racismo, "O Ódio Que Semeias" é mais um abre-olhos para as desigualdades e para a discriminação.

O livro destaca-se pelo tema. Tem alguns pontos típicos de um livro para jovens-adultos (como as relações de amizade e amor, a necessidade de afirmação, os dias na escola secundária ou as inseguranças típicas da idade), mas é muito mais do que isso. "O Ódio Que Semeias" é um livro sobre racismo, preconceito, abuso de poder e diferenças culturais e, infelizmente, retrata acontecimentos que ainda fazem parte das rotinas de milhões de pessoas em todo o mundo - em 2020, é vergonhoso que a cor da pele seja motivo para alguém se sentir inseguro no seu quotidiano.

"O Ódio Que Semeias" é um livro sobre injustiças e vozes silenciadas, sobre protestos e dignidade. Ainda que a linguagem seja muito simples e com alguma gíria típica da adolescência (que, confesso, não aprecio minimamente), estes capítulos deveriam ser lidos por qualquer pessoa, de qualquer idade.


Instagram: @carolinanelas

1 comentário:

  1. Li precisamente no ano passado e foi uma das minhas leituras preferidas de 2019! Com questionamentos válidos para todos nós. Reparando agora na tua fotografia, acho que a versão não traduzida poderá ser mais favorável à leitura. Daquilo que me recordo na narrativa, não sei como é que eles traduziram certos conceitos ou termos de uma forma a que não ficasse estranho ao ler em português.

    ResponderEliminar